“Festa pela Vida”, do Hospital São Sebastião, arrecada R$ 23 mil.

Na ocasião, foi inaugurado novo Pronto Atendimento.

Aconteceu nos dias 09 e 10 de novembro, a “Festa pela Vida”, um evento que visava arrecadar fundos para o Hospital São Sebastião, de Papanduva. Na ocasião, foi inaugurado o novo Pronto Atendimento, que leva o nome do ex-prefeito Aloisio Partala.

Durante os dois dias de festa, o Hospital arrecadou um montante de R$ 23 mil, que será utilizado para despesas da instituição.

O Hospital São Sebastião é mantido com recursos próprios, oriundos de Atendimentos Interno Hospitalar, e através de convênio com as prefeituras de Santa Terezinha e Papanduva, para prestar o serviço de Pronto Atendimento 24 horas. O valor repassado pelos dois municípios é utilizado para pagamento dos médicos do plantão, custeio dos remédios, exames, equipe de enfermagem e demais despesas do Pronto Atendimento.

Recentemente, o Hospital recebeu novo aparelho de Raio X e Ultrassom, adquiridos através de emenda parlamentar federal.

O Hospital São Sebastião está com os atendimentos da maternidade paralisados, mas já está em fase de regularização para que volte a funcionar. Segundo a Presidente da instituição, Eunice de Lucca Ciupka, a Vigilância Sanitária do Estado interditou o Centro Cirúrgico até que o hospital fizesse as adequações necessárias, entre elas, a contratação de uma equipe completa para os partos. “Hoje já estamos aptos para recomeçar. A estrutura física já atende todas as exigências. Também já temos anestesista, mas ainda precisamos da Pediatria. A prefeitura já está nos ajudando da melhor forma possível, estamos torcendo que ainda este ano possamos atender novamente as gestantes.”, declara a presidente.

A importância da comunidade em ajudar nas promoções do hospital.

Ainda segundo a Presidente da instituição, é muito importante a ajuda da comunidade nas promoções do hospital, porque os valores pagos pelo Estado aos internamentos são muito baixos, não cobre nem o custo dos medicamentos usados para os pacientes, então o Hospital trabalha com um prejuízo quase que diário. “Se fecharmos o hospital, será muito pior para todos nós que moramos aqui em Papanduva e região. Se não tivéssemos o atendimento hospitalar aqui, dependeríamos da cidade de Mafra 100%, a qual é referência, mas somente para média e alta complexidade, nos demais casos eles não iriam nos atender.”, finaliza a presidente.

A próxima ação para angariar fundos ao Hospital, será o sorteio da rifa de um Fiat Mobi 0 KM. O sorteio será realizado no dia 21 dezembro.  Os números poderão ser adquiridos pelo valor de R$ 10,00, na recepção do Hospital e demais pontos de vendas.

Search  Search

View More Results…